Archive for the ‘Human development’ Category

h1

Vale a pena dizer o que não irá se entender?

abril 30, 2010

O grande desafio da comunicação é fazer entender. Afinal comunicação é o fato de tornar comum a todos o mesmo conteúdo.
Existe porém um fator que agrava o cenário e torna praticamente impossível que se tenha a mesma penetração do meio de comunicação a toda audiencia.
Neste caso temos as limitações pessoais de cada indivíduo, combinadas com as limitações pessoais do comunicador.
E como solucionar este impasse.
Certas questões não serão compreendidas pela maioria, porque a própria estrutura de pensamento do indivíduo não permite que ele consiga perceber de maneira efetiva o conteúdo que ora tenta-se compartilhar.
Com isso, a sabedoria na comunicação diminui o nível de complexidade no vocabulário e permite que em um nível mais baixo tenhamos uma maior adesão e compreensão do conteúdo.
Infelizmente certos assuntos devem ser discutidos de maneira mais profunda e podem parecer perfeitamente compreensíveis para determinados indivíduos, mas passam pelos olhos de outros que por enquanto não estão aptos a perceber a mensagem e interpretá-la.
Esbarramos agora no impacto desta situação no quotidiano de grupos de interesse. E mesmo que isto não seja intensamente percebido, está acontecendo a cada momento e muitas oportunidades estão sendo perdidas.
Fica a opção de compartilhamento aqui estabelecida com um grupo maior de pessoas, aumentando estatisticamente a possiblidade de compreensão de determinada circunstancia, e uma provavel abertura de discussão futura de um assunto tão pouco abordado, mas de vital importancia para o desenvolvimento humano.
Como comentário final, podemos iniciar uma reflexão também sobre a ignorância. A ignorância é uma alegria intensa pois nos priva de todo o conteúdo que não temos capacidade de perceber.
Sendo assim nos resta a capacidade de avaliar os cenários complexos e aceitar a limitação dos pares na percepção dos conteúdos por eles não percebidos.

Anúncios
h1

Ética e corrupção, uma combinação explosiva?

abril 30, 2010

O que entendemos por ética?
Dentro de uma comunidade aprendemos os valores e nestes valores podemos aceitar as diferentes situações de uma maneira ou outra. Tolerar e chamar de normal tudo que aceitamos socialmente parece ser muito próximo da ética.

Mas a discussão pode ser muito grande, porque a mesma situação pode ou não ser aceita por comunidades ou grupos diferentes, ou seja, o que é aceitavel para um grupo pode não ser aceitável para outro.

Entendo que o que é ético para um grupo também pode não ser ético para outro grupo.
Afinal, vale a pena discutir a ética em um pais em que roubar e levar vantagem se tornou uma coisa normal?

A ética dentro desta sociedade aceitaria normalmente um ladrão ou um estelionatário mesmo que as leis do país fossem contra estes pontos.

A prática e a vida real tem muito a nos ensinar.
Podemos julgar um comportamento no trabalho que chamamos anti-ético dentro de um país ético (observando os valores citados acima)?

Tudo se baseia na aceitação social do ético.
Neste paradoxo, onde os valores mudam e força muitas vezes prevalece perante a racionalidade, gostaria de sugerir uma reflexão…

Até onde a ética é aplicável e como podemos definir os padrões éticos num mundo tão diverso e cada vez mais conectado?